Bullterrier

O Bullterrier que conhecemos hoje teve suas características fixadas a mais ou menos um século, sendo que faz parte de sua origem o Bulldog Inglês que foi criado para lutas públicas contra touros. Alguns criadores na busca por um exemplar mais ágil cruzaram o Bulldog com o antigo Terrier Inglês Branco, que na época era muito difundido. Mais tarde cruzando com o Dálmata o Bullterrier tornou-se o Cachorro ágil e forte que hoje conhecemos. Foi usado para caçar ratos e são Cães de Guarda excelentes e ótimo companheiro. É um cão de constituição forte, obediente e tolerante, tem pelagem bastante curta, reluzente e um pouco dura, pode ser: branca pura, tigrada, dourada ou preta. Os cães brancos e tigrados são os mais preferidos. Sua característica mais acentuada é a cabeça em formato de ovo quando vista de frente, é levemente achatada em cima, tem sempre o nariz preto e voltado para baixo, orelhas eretas e pontudas, não existindo um padrão para peso e tamanho. São lindos Cães de Raça.

O Bullterrier tem uma variação miniatura que deve possuir as mesmas características, somente em tamanho e peso menores. É preciso sempre cuidar da Vacinação e Vermifugação. São cães amigáveis e possui excelente humor, sua notável inteligência é proporcional a força física e ambas precisam estar em constante atividade. O Bullterrier pode ser bastante teimoso e por isso não serve para dono de primeiro cão, pois embora a característica da raça seja de ser mansa, não podemos jamais esquecer que este cão foi desenvolvido para a rinha e que por isso não devemos nunca nos descuidarmos uma vez que é sabido que ele pode sempre reagir se for combatido. São muito afetuosos e adoram a companhia do ser humano por isso não é recomendado ficarem muito tempo sem companhia, ocasiões em que podem fazer grandes estragos, não pode se sentir entediado. Devem ser tratados com Ração para Cachorro para serem saudáveis.

Dizem os estudiosos da raça que são bons para companhia de crianças pois que sua força lhes garante um alto nível de resistência à dor e por isso pode agüentar bem qualquer tipo de brincadeira, mas como qualquer animal de estimação precisa-se tomar cuidado, diante disso entretanto eu diria que eles de maneira alguma servem para conviver com crianças, certos riscos são inadmissíveis. O Bullterrier é um cão sujeito a alergias e doenças de pele que podem ser causadas até por mordidas de insetos, e causa muita coceira, isto pode ser evitado ao se manter o cão afastado desses insetos embora esta exposição seja praticamente inevitável. A pelagem é de fácil manutenção embora cuidados como escovação sejam necessários para deixar a pelagem perfeita. O Bullterrier precisa praticar exercícios, porém não se deve exigir muito do cão na adolescência par evitar problemas no futuro, sendo que esses exercícios devem diminuir conforme vá ficando mais velho.