Cão Bull Terrier

Uma história real de um Cão Bull Terrier. Logan é um cão Bullterrier com um ano e seis meses de idade. Desde o seu nascimento trouxe expectativas ao seu dono. Muita leitura, muitas opiniões e Logan chegou com quase dois meses. Lindo, pelo curto e lustroso, extremamente amável. Conquistou a todos desde o primeiro momento quando ainda era um Cão Bebê.  Cresceu, cresceu e cresceu. Está um cão adulto e continua lindo. Só alegrias? Pode-se dizer que sim. Precisamos apenas nos referir as pequenas e diárias travessuras de Logan. Chegando em casa do trabalho, de uma festa, lá está ele esperando, amável, gentil, com seus quase 40kg, pula, faz festa como todo Cachorro, pulando com suas patinhas dianteiras,  especialmente no dias de chuva onde o pátio de sua casa na beira das grades, a grama não existe mais, apenas uma estrada de chão batido como se tivesse sido feita por uma lâmina de trator.

Cão da Raça Bull Terrier

Cão da Raça Bull Terrier #1

A cerca de madeira da varanda de casa tem suas marcas, a mangueira de plástico, de vários metros, usado pela ajudante da limpeza, sua amiga, foi encontrada toda em pedacinhos de mais ou menos 10 cm cada numa tarde. A mangueira da máquina de lavar precisou ser trocada. A bola de couro, hoje em bagaço, é o seu brinquedo predileto. Correr no fundo do pátio e buscá-la na hora que se chega  em casa faz parte do ritual. Ou o carinho dos pulos com as patinhas embarradas ou o convite para jogar bola, quando ele chega e empurra a bola contra as pernas do convidado, solta, pega de novo e sai correndo.

Cão Filhote Bull Terrier

Cão Filhote Bull Terrier #2

O cão bull terrier...a lenda. Todas as preocupações dos primeiros tempos, a busca de informações sobre o animal que lendariamente ataca o próprio dono foi aos poucos sendo substituída pelo carinho do animal, a recepção desajeitada, mas amorosa de cada dia, a brincadeira com aquilo que não é o melhor brinquedo, a melhor ocupação, o melhor mordedor e o apego ao cachorro que hoje é amado por todos. Claro, percebe-se que não é um bom guarda, faz festa desajeitadamente aos que chegam, mas a sua presença impõe naturalmente o respeito aos que passam ou aos que ainda não o conhecem e crêem que a “lenda viva” pode atacar a qualquer momento. Tem um ouvido espetacular.

Cão Bull Terrier

Cão Bull Terrier #3

Um bom apetite. Come comida caseira. Come Ração para Cachorro. Uma preocupação excessiva com as visitas adora ser o centro das atenções, capaz de bater à porta quando não pode participar das conversas e dos risos do seu dono. Crianças... Há expectativas. Aos poucos observamos sua reação. Sente-se inquieto quando elas chegam, parece querer apenas não ser substituído por elas na atenção da casa. Preocupa sim, seu tamanho, seu peso, seus carinhos exagerados. É observado embora nunca tenha sido agressivo propositadamente. Inquieto sim, quando está só, quando outro cachorro se aproxima ou passeia na rua provocando-o no portão, corre, late, como outro Cão de Raça.