Pastor Alemão

O pastor alemão é um cão de guarda, forte e imponente e ao mesmo tempo dócil, fiel e obediente, essas e muitas outras características, fazem do pastor alemão um dos cachorros mais queridos e criados pelo mundo afora. O pastor alemão que conhecemos hoje teve sua origem no cruzamento de cachorros usados no pastoreio nas regiões alemãs e provoca muitas emoções. Foi usado pelas forças militares alemãs nas duas Grandes Guerras foi odiado pelos aliados, proibido de entrar em alguns países e teve o nome trocado para pastor alsaciano. Felizmente, por suas atividades de guarda, guia de cego, pastoreio, farejador, companheiro, cão policial e estando presente no salvamento em todas as catástrofes que atingem a humanidade, o pastor alemão mudou esta imagem. Hoje é a único cão de raça que está entre os três primeiros lugares em registros de filhotes em quase todos os países com cinofilia adiantada.

Uma curiosidade dos criadores do cão pastor alemão é quanto a pelagem, todas as cores são permitidas, menos o branco...isso pode ser considerado racismo. Quanto ao seu temperamento, o pastor alemão é só qualidade, é um animal nobre, forte e vivaz, substancioso, sem ser grosseiro, personalidade marcante, expressão direta e destemida, sem, contudo se mostrar hostil, confiança própria, firmeza de nervos e uma certa reserva que não o predispõe à amizades imediatas e indiscriminadas; enfim de uma nobreza natural e marcante, seguro de si e que por si só impõe confiança, respeito e admiração. Apesar de ser essencialmente um cão de guarda o pastor alemão é indicado inclusive para quem tem crianças, pois é um animal extremamente dócil, e de inteligência acima da média, não sendo um cão perigoso.